Cidadania

Por que os comerciantes de petróleo estão boicotando a Nayara da Índia, apoiada pela Rosneft?

Vários comerciantes e bancos globais de petróleo cortaram relações com a Nayara Energy, a segunda maior refinaria privada da Índia apoiada pela petrolífera russa Rosneft.

Em meio a temores de sanções ocidentais após a invasão russa da Ucrânia, tradings e produtores de petróleo no Canadá, América Latina e Europa pararam de vender petróleo diretamente para Nayara, informou a Reuters ontem.

Empresas como Citigroup, Morgan Stanley, BNP Paribas, entre outras, também romperam laços. Em abril, o HDFC Bank da Índia suspendeu o crédito comercial para Nayara para o comércio de petróleo no exterior.

Enquanto Nayara não enfrentou nenhuma sanção, a Rosneft sim.

Afiliação de Nayara com a Rosneft

A Rosneft detém cerca de 49% da Nayara, enquanto o restante é de propriedade da Kesani Enterprises, um consórcio liderado pelo Trafigura Group e pelo UCP Investment Group da Rússia.

A refinaria indiana agora está lutando para obter suprimentos da Ásia Ocidental e de outros países para atender sua produção de 400.000 barris por dia.

Desde abril, a participação do petróleo russo no mix da Nayara Energy aumentou significativamente, em grande parte devido a grandes descontos nos Urais russos e à qualidade dos produtos. Por causa disso, o lucro trimestral de Nayara subiu para um recorde de US$ 446 milhões em abril-junho.

Com os bancos agora off-line, a empresa com sede em Mumbai, que responde por 8% da capacidade de refino da Índia, tem vendido principalmente dentro do país.

“Além de cumprir contratos de longo e curto prazo, nossos fornecedores também estão oferecendo, e nós compramos petróleo à vista em condições competitivas”, disse um comunicado de Nayara ontem (24 de agosto).

Além disso, uma rúpia indiana fraca e contas externas arriscadas exigem que os importadores locais protejam suas exposições cambiais mais do que o necessário, acreditam os especialistas. Isso torna os compromissos de comércio exterior de Nayara arriscados.

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo