Cidadania

Apenas 17% dos indianos trapaceados online recebem seu dinheiro de volta: Quartzo

Os bancos indianos combatem a fraude financeira online, mas não o suficiente.

Nos últimos três anos, apenas 17% daqueles que foram enganados receberam seu dinheiro de volta, mostrou uma pesquisa da plataforma da comunidade social LocalCircles. Até 75% não conseguiram encontrar uma solução. Esses números sombrios indicam um mecanismo de reparo ruim.

A digitalização de pagamentos e serviços bancários levou a um aumento na fraude financeira por meio de aplicativos móveis não verificados, roubo de cartão de caixa eletrônico e clonagem de cartão SIM, entre outros, disse a LocalCircles.

recipiente de dados

Armazenar informações confidenciais como senhas ou números de cartão em telefones, e-mails ou computadores é outra causa importante.

Em 2021, quase 70% dos indianos foram enganados online, que está entre os mais altos do mundo (pdf), de acordo com o relatório Global Tech Support Scam Research da Microsoft.

A pesquisa LocalCircles envolveu respostas de quase 32.000 cidadãos em 301 distritos.

Usar contas bancárias para enganar as pessoas é o mais comum

A pesquisa mostrou que o dinheiro foi desviado das contas bancárias de quase 30% dos entrevistados. A fraude por meio de sites de comércio eletrônico (24%) ficou em segundo lugar, seguida pela fraude por outros meios (21%).

recipiente de dados

Da mesma forma, os golpistas começaram a usar a Unified Payments Interface (UPI) da Índia: cerca de 80.000 casos são relatados a cada mês, e a quantia fraudada é de Rs 200 milhões (US$ 25,1 milhões).

As empresas de pagamento surpreendentemente carecem de mecanismos institucionais para resolver o problema. Ao contrário dos bancos, eles não são obrigados a denunciar fraudes. Especialistas acreditam que o gerenciamento de risco vem como uma reflexão tardia na maioria dos casos.

O governo pode ter facilitado a denúncia de fraudes cibernéticas, mas os golpes continuam a crescer em tamanho e complexidade.

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo