Cidadania

Alguns indianos aceitaram a moratória de empréstimos da Covid-19, apesar dos cortes sem pagamento – Quartz India


Em março, quando a pandemia de Covid-19 se acelerou pela primeira vez na Índia, muitos indianos buscaram ajuda antecipando o pior.

Cerca de 23% dos indianos que optaram por parar de pagar seu empréstimo quando o banco central lançou um esquema de moratória em março não testemunharam cortes de pagamento, de acordo com uma pesquisa (pdf) conduzida pelo mercado de empréstimo digital Paisabazaar.com. Isso pode ter sido “uma abordagem cautelosa … para preservar fundos para um futuro incerto ou uma simples falta de consciência sobre o acúmulo de custos de juros por meio do serviço de inadimplência de empréstimos”, observou a pesquisa.

A opção de moratória fazia parte de um pacote de ajuda Covid-19 que visa reduzir a carga financeira das famílias indianas em tempos econômicos difíceis.

A pesquisa incluiu respostas de 8.600 mutuários com idades entre 24 e 57 anos, em 37 cidades da Índia. Destes entrevistados, cerca de 56% afirmaram ter aceitado a moratória.

Os achados da pesquisa corroboram com os dados divulgados pelos bancos.

Após uma recuperação inicial, o número de empréstimos inadimplentes caiu drasticamente nos últimos três meses para alguns bancos. O conjunto de dados mais recente mostra que mais mutuários voltaram a pagar os pagamentos do empréstimo.

Os analistas do Morgan Stanley (Research) estão otimistas, principalmente em relação aos grandes bancos privados, afirmando que grande parte dos tomadores optou pelo calote na tentativa de simplesmente preservar a liquidez. “Estamos menos preocupados. Nos livros sob a moratória, vemos que grande parte da moratória nos grandes bancos privados é impulsionada pela preservação da liquidez. Na verdade, muitos clientes estão recebendo créditos salariais ”. Analistas observaram no relatório datado de 10 de setembro.



Fonte da Matéria

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar