Cidadania

À medida que Roger Federer se aposenta, seu investimento em calçados esportivos importa ainda mais – Quartz

Pouco mais de um mês depois que Serena Williams declarou publicamente sua intenção de “evoluir” do tênis, outra das maiores jogadoras do esporte anunciou sua aposentadoria. Mas, ao contrário do astro americano, que busca dedicar mais tempo ao capital de risco, o suíço Roger Federer não mencionou o que o futuro reserva quando anunciou que jogará um último torneio antes de se aposentar.

Uma parceria de sucesso com a marca suíça de calçados On oferece pistas sobre o que pode vir a seguir para a lenda do tênis.

Traçando o roteiro para On

Federer ganhou pouco mais de US$ 130 milhões em prêmios competitivos de tênis. Como muitos outros atletas bem pagos, a maior parte de sua riqueza não vem do esporte, mas do patrocínio da marca. Federer ficou no topo da lista da Forbes de 2022 dos tenistas mais bem pagos com US$ 90 milhões em ganhos, não tendo disputado partidas competitivas no ano anterior.

De 1994 a 2018, Federer foi endossado pela Nike. Nos últimos 10 anos do acordo, ele ganhou quase US$ 10 milhões por ano.

Em 2018, ele assinou um contrato muito mais lucrativo com a Uniqlo. A marca japonesa pagaria a ele entre US$ 300 milhões e US$ 410 milhões em 10 anos, triplicando seu pagamento anual no mínimo.

Esse novo arranjo fez duas exceções que a Nike não fez. Em primeiro lugar, não tinha cláusula de rescisão. Assim, Federer é pago até 2028, mesmo que não compita (o que não fará, após a Laver Cup de 2022, de 23 a 25 de setembro). Em segundo lugar, incluía apenas roupas, não sapatos.

federador o empresário

Isso abriu as portas para On, cuja associação com Federer foi além das quadras de tênis: em 2019, o jogador teria injetado US$ 54 milhões na empresa como investidor e atuava no desenvolvimento de produtos.

Quando o campeão de tênis deixou a Nike, ele teve que deixar para trás seu cobiçado logotipo “RF”. Na On, ele co-criou sua própria linha de calçados chamada “The Roger”, uma linha de sapatos Stan Smith da Adidas, em homenagem ao icônico tenista americano dos anos 1970.

O boom das corridas induzido pela pandemia ajudou a On a se tornar a marca de calçados esportivos que mais cresce nos EUA. A empresa abriu seu capital no ano passado com uma avaliação de US$ 6,5 bilhões. Acredita-se que Federer tenha uma participação de 3% na On, avaliada em cerca de US$ 180 milhões.

Uma lista (não exaustiva) de outros patrocínios de Federer

  • Em 2008, Federer assina um contrato de patrocínio com a Mercedes

Espera-se que a maioria de seus 14 patrocinadores continuem seus negócios depois que ele se aposentar.

Histórias relacionadas

👟 Esta marca endossada por Roger Federer lhe dará um suprimento infinito de novos tênis

🎾 Roger Federer é agora o homem mais velho a vencer Wimbledon

💰 Serena Williams está evoluindo do tênis para VC



Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo